terça-feira, 3 de junho de 2014

Tailândia>>Sem poder ir ao banheiro, cobradoras de ônibus apelam para fraldas

Watcharee Viriya (à direita) usando fralda durante o serviço - Foto: AFP
Na correria de Bangcoc (Tailândia) e seus 12 milhões de moradores, Watcharee Viriya não tem tempo de parar para ir ao banheiro durante o expediente. A cobradora de ônibus decidiu então apelar para fraldas. Foi a única forma que a tailandesa encontrou para se aliviar durante os constantes engarrafamentos que se espalham pela cidade e as muitas viagens sem descanso, cumprindo 16 horas diárias.

"Era muito desconfortável quando eu me mexia, especialmente após urinar na fralda. Quando eu chegava ao terminal, corria para o banheiro para me trocar. Todo dia uso pelo menos duas fraldas", disse a cobradora à AFP.

O problema de Watcharee é compartilhado por muitas colegas de trabalho: 28% das cobradoras disseram usar fralda durante o serviço. Pelo mesmo motivo: não conseguem parar para urinar.

O drama não termina aí. A fralda resolveu um aperto, mas resultou em um sério problema de saúde. Watcharee desenvolveu câncer no útero.

A cobradora trabalha 16 horas por dia - Foto: AFP
"O médico me disse que foi porque eu usava fraldas sujas por muito tempo e, assim, as substâncias entraram no meu útero", contou a tailandesa, que precisou passar por cirurgia.

Outras cobradoras apresentam infecção urinária e pedras nos rins. O sindicato dos rodoviários agora está exigindo que as autoridades revejam a carga horária das cobradoras e instalem banheiros químicos ao longo das rotas.


-Que nojo, né?Mas realmente, pensando bem, não tem banheiro dentro de um ônibus comum, então o cara tem que apelar para uma fralda senão.....

http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/

http://trivialdiario.blogspot.com.br/2014/05/voce-se-lembracasais-dos-desenhos.html

0 comentários :

Postar um comentário