quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Canadá>>Mulher mantém o corpo do marido por 6 meses à espera de 'ressurreição'

Em foto de 2011, van que pertencia a Peter Wald é vista 
com várias mensagens religiosas escritas nela estacionada 
na frente da residência - Reprodução/Google Maps
A família de Peter Wald acreditava que a morte não era o fim da vida. Mais do que isso: acreditava que ele poderia voltar à vida! 

Assim, o cadáver de Peter foi mantido em um quarto da residência em Hamilton (Ontário, Canadá) à espera da "ressurreição". Para que isso acontecesse, os parentes rezavam diariamente. 

Aos vizinhos que perguntavam por Peter, a esposa (viúva, na verdade) dizia que o homem de 52 anos estava "nas mãos de Deus". 

Kaling Wald, de 50 anos, acabou presa por ocultação de cadáver. De acordo com o promotor, a fé cristã da mulher "corrompeu e distorceu o seu melhor julgamento". 

Peter morreu por volta de 20 de março de 2013, provavelmente de causas naturais. O corpo foi finalmente encontrado em 17 de setembro, após a família ter sido despejada por falta de pagamento da hipoteca. O corpo estava mumificado e ratos haviam tomado o controle do quarto. O aposento havia sido vedado para conter o mau cheiro que exalava do corpo.

Durante o julgamento esta semana foi revelado que Peter sofria de diabetes. Ele acreditava que Deus fosse curá-lo e, assim, negava-se a procurar ajuda em hospitais. O juiz do caso disse que a ré "acreditava realmente na ressurreição do marido".

Kaling foi condenada a 18 meses de regime condicional, de acordo com a emissora CBC. O casal teve seis filhos.

http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/

0 comentários :

Postar um comentário