terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Show de Imagens.>Na França, mendigo fisiculturista faz dieta e exercícios diariamente

Foto: Reprodução/YouTube (Lab Anass)
Jacques Sayagh tem 50 anos, mora nas ruas da França porque "não quer viver em um apartamento pequeno". Rodeado de seus dois cachorros e alguns poucos pertences, entre os quais se destacam os potes de suplementos alimentares, Jacques chama a atenção pelo seu corpo escultural.
Foto: Reprodução/YouTube (Lab Anass) 
Em um documentário chamado "Street Fight", de Julien Goudichaud, lançado no último dia 4/12, Jacques conta que tem dois irmãos e desde criança eles eram envolvidos com artes marciais e esportes.

"Sempre fiz karatê, judô, corrida. Desde os tempos de escola, com os meus irmãos".
Foto: Reprodução/YouTube (Lab Anass) 
Jacques se diz apaixonado com o mundo dos fisiculturistas.

"Fisiculturista são futuristas, eles desafiam tudo. Eu amo esse mundo. Afinal, é melhor correr e estar apto para fazer qualquer coisa do que ser uma massa amorfa".

É claro que a vida nas ruas não é nada fácil e ter um corpo esbelto como o de Jacques é um recado bem claro do tipo: "não mexa comigo". Ele mesmo brinca com a situação:

"Eu tenho esse corpo porque moro na rua, senão eu já estaria morto. As pessoas não entendem o porquê eu durmo no chão, mas eu não quero morar em um apartamento pequeno. Eu não passo frio, eu uso papelão. Eu conheço drogados, durmo com prostitutas, conheço gente que quer brigar com facas, ladrões". 
Foto: Reprodução/YouTube (Lab Anass) 
Jacques se empenha para manter a boa forma com uma rotina diária de exercícios. Ele chegou a fazer uma dieta de 1.500 calorias, mas desenvolveu uma doença no fígado e os médicos ficaram preocupados, segundo contou o mendigo no documentário.

"Agora eu como vegetais de cinco a seis vezes ao dia".

Agora, o mendigo fisioculturista prepara-se para uma competição em maio de 2015.

"Quero estar preparado, preciso perder um pouco de água".
Foto: Reprodução/YouTube (Lab Anass) 
O documentário mostra Jacques vivendo com seus dois cachorros e poucos pertences, como latas de suplementos alimentares - indispensáveis para quem tem uma rotina de malhação como ele.

"Eu tenho netos e não quero que eles pensem que eu sou uma idiota. Quero que eles tenham orgulho de mim e do que eu gosto de fazer".

http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/

0 comentários :

Postar um comentário