segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Estados Unidos>>'Eu podia ouvir meus olhos se movendo e meu coração batendo', conta americana com doença rara

A americana Rachel Pyne
A americana Rachel Pyne | Universidade da Califórnia / Divulgação
Imagine se você pudesse ouvir cada som do seu próprio corpo - ouvir seus olhos se movendo, seus ossos rangendo, seu coração batendo... Essa era a vida de Rachel Pyne, uma fotógrafa de 27 anos da escola de Merrillville, Indiana (EUA). Ela começou a ouvir os barulhos do seu corpo em março de 2014.

"Eu podia ouvir os meus músculos do pescoço em movimento, coisas diferentes acontecendo dentro do meu corpo e quando você isso diz às pessoas, elas pensam, 'você está louco'", disse Pyne à ABC News.

Ela precisou consultar nove médicos para, finalmente, saber o seu diagnóstico: Síndrome de Deiscência de Canal Semicircular Superior, doença que provoca um buraco entre o cérebro e ouvido interno. A síndrome é rara e afeta cerca de uma pessoa em cada 500 mil.

Em seu relato, a fotógrafa conta que, em pouco tempo, começou a perder o equilíbrio e sofrer com tonturas e náuseas. 

"Eu ia pra cama geralmente antes do meio-dia e ficava apenas ali. Eu não conseguia assistir TV, era muito alta. Eu não conseguia ouvir música", contou ela.

Para a felicidade da americana, os médicos da Universidade da Califórnia, de Los Angeles (UCLA), realizaram uma operação para fechar o buraco e os resultados foram instantâneos.

"Assim que eu acordei da cirurgia eu pensava, 'Oh meu Deus, o barulho se foi", comemorou Pyne, que teve sua primeira cirurgia em novembro do ano passado.

http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/

0 comentários :

Postar um comentário