quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Inglaterra>>Mulher tenta ter 'cabelo de unicórnio' e acaba perdendo parte do couro cabeludo

Kisrty Weston antes e depois do drama
Reprodução/Facebook(Kirsty Weston)
NOTÍCIA - Tudo o que Kirsty Weston queria era "acompanhar a moda" e ter "cabelo de unicórnio". A moradora de Watford (Inglaterra) então comprou, em fevereiro, um kit para realizar o tingimento em casa do cabelo escuro.

Só que a inglesa de 29 anos passou a viver um drama: foram seis semanas em hospital, perda de parte do couro cabeludo e sérias queimaduras na cabeça.

Kirsty afirma ter aplicado o produto da forma como orientavam as instruções. Porém, pouco antes de lavar o cabelo descolorido, a mulher passou a sentir uma "queimação" na cabeça.

Era o começo do pesadelo.

"Em 15 minutos, o meu cabelo estava literalmente liberando fumaça. A dor era tão forte que eu senti que ia desmaiar. Aconteceu de repente e foi ficando pior rapidamente", contou a inglesa, em reportagem publicada no "Daily 
Mail".

A inglesa lavou a cabeça imediatamente.

"Mas o produto já estava no meu couro cabeludo", disse ela.

No dia seguinte, o rosto de Kirsty começou a inchar.

"Fui a uma emergência. Não conseguia abrir um dos olhos", comentou.

O médico que a atendeu prescreveu antibiótico para combater a reação alérgica. Mas não deu certo. As dores continuavam. Alguns dias depois, Kirsty voltou ao hospital. Foi quando os médicos viram que, além da reação alérgica, a paciente tinha severas queimaduras no couro cabeludo.

"Um cirurgião plástico veio me ver e, quando levantou o meu cabelo, a maior parte do meu couro cabeludo saiu com o cabelo", comentou ela.

Reação ao uso de tintura para cabelo: queimadura e perda de parte do couro cabeludo
Reação ao uso de tintura para cabelo: queimadura e perda de parte do couro cabeludo
Reprodução/Facebook(Kirsty Weston)
Kirsty com curativo em hospital inglês
Reprodução/Facebook(Kirsty Weston)
No dia seguinte, Kirsty foi submetida a cirurgia em Londres (Inglaterra). A paciente foi transferida para centro médico em Chelmsford (Inglaterra), onde passou por mais cinco cirurgias - incluindo uma em que foi retirada pele de uma das suas coxas para substituir o couro cabeludo arrancado.
Parte da pele da coxa direita de Kirsty foi retirada para substituir o couro cabeludo
Reprodução/Facebook(Kirsty Weston)
Kirsty nunca mais terá cabelo natural nas áreas queimadas. Há algumas possibilidades estéticas - incluindo implante capilar -, mas a inglesa não tem como financiar qualquer procedimento.

Por enquanto, Kirsty conta apenas com uma peruca, doada por entidade assistencial.
Kirsty usa peruca doada
Reprodução/Facebook(Kirsty Weston)
A inglesa afirmou esperar que o seu caso sirva de alerta a quem usa tinturas sem acompanhamento profissional.

0 comentários :

Postar um comentário