segunda-feira, 14 de maio de 2018

Estados Unidos>>Mulher é indiciada por mandar 65 mil mensagens de texto para homem após encontro

Jacqueline Ades
Foto: Divulgação/Paradise Valley Police Dept.
NOTÍCIA - No último verão (no Hemisfério Norte), Jacqueline Ades, de 31 anos, saiu com um homem em Phoenix (Arizona, EUA). O romance não engatou e isto deixou Jacqueline frustrada e furiosa.

Desde então, ela enviou mais de 65 mil mensagens de texto para o homem, que ela conhecera em um site de paquera que reúne milionários solteiros. Em alguns dias, Jacqueline chegava a mandar 500 mensagens à vítima. A americana chegava a fingir ser casada com ele.

"Senti que tinha encontrado a minha alma gêmea e que nos casaríamos e tudo ficaria bem", comentou ela à emissora KPHO, afiliada da rede CBS.

Nas últimas semanas, as mensagens ficaram mais agressivas. Jacqueline foi presa em 8 de maio e acabou indiciada por assédio, antissemitismo e ameaça de morte. "Não tente me deixar... Eu vou matá-lo. Não quero ser uma assassina", escreveu ela.

A americana chegou a invadir a casa da vítima e tomar banho na banheira do amado. Jacqueline também foi ao trabalho dele e revelou ser a sua "esposa".

"O amor é uma coisa excessiva", desabafou ela.

0 comentários :

Postar um comentário