quinta-feira, 5 de julho de 2018

Estados Unidos>>Mulher já assistiu a mais de 280 execuções de condenados no Texas

Michelle Lyons e o livro que escreveu sobre o corredor da morte no Texas
Foto: Reprodução/Twitter(@mclyons4)
NOTÍCIA - O que você vai ser quando crescer? Michelle Lyons pensou em mil respostas menos naquela que se tornaria a correta alguns anos depois.

A moradora do Texas (EUA) se tornou jornalista. Mas o que chama atenção é a especialidade dela. Michelle se tornou especialista na cobertura de execuções no estado americano.

Tudo começou em 1998, quando trabalhava para o "Huntsville Item" e Michelle acabou pautada para cobrir a execução de uma pena capital. O jornal tinha um lugar reservado para acompanhar o processo.

"O lugar virou meu. O Texas iria executar o recorde de 40 condenados naquele ano. Eu acompanhei 38 das execuções", contou a americana, em reportagem do "Sun".

Aos 40 anos, Michelle já tinha assistido mais de 280 execuções de homens e mulheres no Texas.

"Há um cheiro estranho na câmara de execução. Um odor bizarro e químico que me disseram que é decorrente de um filtro usado no sistema de ar condicionado", comentou ela. "Associei esse cheiro à morte em qualquer lugar. Comecei a pensar que o cheiro poderia impregnar o chiclete que eu mascava durante uma execução e decidi nunca mais mascar chiclete para não correr o risco", acrescentou.

0 comentários :

Postar um comentário